Samu capacita socorristas das Bases Descentralizadas

Manter o alto nível dos atendimentos prestados para à população pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). É com esse intuito que os socorristas são atualizados durante todo o ano sobre temas ligadas à assistência pré-hospitalar. O módulo III do Programa de Educação Permanente e Continuado do Samu aconteceu nesta terça-feira (15), no auditório do Núcleo de Educação Permanente (NEP), no bairro Farol, em Maceió.

Atendimentos às gestantes em trabalho de parto, crianças recém-nascidas, pacientes psiquiátricos e população de rua, estiveram entre os assuntos tratados com condutores socorristas, técnicos de enfermagem e coordenadores de enfermagem das 16 bases descentralizadas do Samu Maceió.

Para Carlos Adriano da Silva, coordenador do NEP do Samu Maceió, as capacitações são feitas para atualizar os profissionais sobre as maneiras corretas de agir em situações referentes ao dia-a-dia dos socorristas.

“Os treinamentos que promovemos aqui no Samu, seguem as normatizações do Ministério da Saúde, tanto com conhecimentos teóricos e posteriormente colocando em prática o que foi discutido. Com os profissionais capacitados e sempre atualizados na assistência pré-hospitalar, conseguimos ter um atendimento ágil e efetivo dos pacientes no local do chamado”, disse o coordenador.

Para mostrar algumas técnicas aos socorristas no atendimento à pacientes gestantes foi utilizada uma boneca. “Conforme a avaliação da equipe do Samu quando encontra uma gestante em trabalho de parto, a maternidade é muito distante, e o parto tem tudo para ser normal, então esses profissionais devem estar aptos para ajudar no nascimento da criança. Quando a gestante for de alto risco, o encaminhamento sempre deve ser feito para a Maternidade Escola Santa Mônica o mais rápido possível”, afirmou Carlos Adriano.

O módulo IV do programa acontece no mês de novembro tratando sobre múltiplas vítimas, transporte de vítimas, técnicas de salvamento e resgate e trauma e emergências.

De acordo com Karla Gonzaga, enfermeira do Samu e instrutora do NEP, os dois treinamentos tiveram como foco o salvamento de vítimas envolvidas em acidentes de trânsito. Um foi a retirada rápida de veículos e o outro a utilização correta do K.E.D – colete de imobilização da coluna cervical.

“Durante os treinamentos acompanhamos o que está sendo colocado em prática pelos socorristas do Samu. A escolha das técnicas deve ser conforme a gravidade do paciente, nos casos em que a vitima está consciente e estabilizada conseguimos fazer a retirada com o K.E.D,  quando a pessoa estiver inconsciente, apresentar alguma lesão grave a retirada rápida é o mais aconselhável”, explicou a enfermeira.

Para Leidiane Teixeira, técnica de enfermagem da base descentralizada do Samu de Rio Largo, as capacitações e treinamentos de atualização garantem que o atendimento ao paciente seja feito da melhor maneira possível. “Nesses treinamentos promovidos pelo Samu são os momentos em que utilizamos técnicas que não vemos todos os dias e com o pouco uso podemos esquecer alguma coisa, e aqui nos mantemos atualizados e prontos para responder qualquer chamado”, afirmou.

As capacitações e treinamentos são ofertados paras as Bases Descentralizadas de: Murici, Maragogi, Barra de Santo Antônio, São Miguel dos Campos, Coruripe, Porto Calvo, São Luiz do Quitunde, União dos Palmares, Teotônio Vilela, Marechal Deodoro, Viçosa, Colônia de Leopoldina, Rio Largo, Joaquim Gomes e São Miguel dos Milagres.

Ascom – 15/08/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *