Praia Viva: orla de Maceió ganhará coleta seletiva

IMG_7136-768x1024

As praias de Maceió vão ganhar 50 novas lixeiras na próxima segunda-feira, dia 15, através do projeto Praia Viva, uma iniciativa da Secretaria de Promoção do Turismo – Semptur, voltada para a requalificação do trecho da orla que vai da praia da Pajuçara até a Jatiúca. A cerimônia de entrega acontece às 8h nas imediações da barraca Lopana.

Além dos coletores, serão instalados containers dedicados à coleta específica de materiais não recicláveis e recicláveis, que serão recolhidos pela Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió, com o objetivo de melhorar o padrão de limpeza da área e promover mais sustentabilidade na área. Isso acontece através de uma parceria com duas cooperativas de materiais recicláveis credenciados na Prefeitura que irão receber os resíduos separados.

O secretário de Turismo do município, Jair Galvão, afirma que além de promover uma maior competitividade para a orla da cidade enquanto produto turístico, a iniciativa irá promover também mais conforto para os moradores da cidade que têm nestas praias seu principal espaço de lazer para usufruir com a família. Além disso, Jair reforça que o projeto tem um forte viés socioeconômico. Todo esse lixo, esse plástico e tantos materiais que eram abandonados na faixa de areia terão um destino adequado.

“Em vez de poluir nossos mares, entupir galerias pluviais ou contaminar nossos mangues, esses resíduos vão ajudar as cooperativas a incrementar a renda de diversos catadores de materiais recicláveis, gerando ainda novos postos de trabalho para comunidades de baixa renda”, defende Jair.

Outras ações

A instalação das lixeiras é apenas uma das ações do projeto que prevê diversas iniciativas na áreas de limpeza, ordenamento de prestadores de serviço e qualificação dos serviços prestados aos frequentadores da orla. A diretora de planejamento da Slum, Nadja Barros, explica que paralelamente à distribuição dos coletores, a Superintendência irá atuar na sensibilização dos frequentadores da praia através da abordagem de educadores ambientais que irão conscientizar moradores e turistas sobre a importância de se colaborar com a limpeza do trecho de areia.

Além disso, o órgão atua também na articulação junto a proprietários de barracas e restaurantes do calçadão para estimular a separação do lixo. Nadja Barros estima que 27% de todo lixo produzido na cidade tenha potencial de ser reciclado, mas na orla essa porcentagem deve ser ainda maior.

O projeto Praia Viva também contempla ações de capacitação dos prestadores de serviço da orla, linhas de crédito especial para esses profissionais e definição de normas e diretrizes para a regulação da atividade dos cerca 200 ambulantes que atuam oficialmente na faixa de areia. “O projeto dialoga também com outra iniciativa da Prefeitura, o projeto Orla Marítima que prevê a padronização de todo mobiliário da praia, incluindo sombrinhas, cadeiras, isopores e uniforme dos prestadores de serviço por meio de parcerias com a iniciativa privada”, explica Jair Galvão.

Ascom/Maceió

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *