Polícia elucida latrocínio e prende acusado de assassinar fazendeiro

Uma operação conjunta envolvendo policiais civis e militares, sob o comando do delegado Cayo Rodrigues, realizada no município de Branquinha, nesta sexta-feira (22), resultou na elucidação do crime e detenção de acusado de assassinar o fazendeiro Tadeu Omena.

A vítima foi executada por um grupo de quatro jovens, através de golpes de facão, dentro de sua propriedade. Os acusados foram até a fazenda de Tadeu, com o objetivo de subtrair dinheiro e pertences de valor da vítima.

Segundo o delegado Cayo Rodrigues, titular dos 116º e 117º Distritos Policiais, o acusado Dijovan Tiele Silva, 20 anos, conhecido como “Gonçalo”, foi o mentor do latrocínio.

Os autores do crime sabiam que o pagamento dos funcionários seria no dia que cometeram o latrocínio. No momento do delito, servidores da fazenda, que fica localizada na zona rural de Branquinha, reagiram, e acabaram executando um dos integrantes do bando.

“Dijovan já havia cometido crimes contra a vítima. Ele responde a dois inquéritos em Branquinha, que já foram concluídos. Nos dois inquéritos ele foi indiciado por roubo e teve prisão preventiva decretada, foi detido, e fugiu do sistema penitenciário”, disse o delegado.

Na noite do homicídio os policiais prenderam em flagrante Lucas Eduardo da Silva, de 20 anos, e segundo o delegado, ele confessou o crime e indicou os demais envolvidos.

Com as investigações, os agentes se deslocaram ao Conjunto Padre Donalds, Morro das Cobras, em União dos Palmares, montaram um cerco e visualizaram “Gonçalo” invadindo uma residência obrigando a moradora a esconder o acusado no imóvel. Neste momento Dijovan investiu contra a ação policial, foi atingido e faleceu.

Participaram da operação policiais civis da Asfixia, Tático Integrado de Grupos de Resgates Especiais (Tigre), Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), militares do 2º Batalhão da Polícia Militar e o Grupamento Aéreo da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

“O quarto comparsa acusado do latrocínio, é um adolescente, e vamos permanecer nas ações para o apreender. O crime já tem motivação, e autores, e durante o delito eles ainda roubaram uma motocicleta, Honda de cor vermelha, que foi utilizada  para a fuga do “Gonçalo””, concluiu o delegado.

Ascom – 23/09/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *