Estado Islâmico cria lei que autoriza o assassinato de crianças com síndrome de Down

lix-1100x471

O Estado Islâmico volta a demonstrar o total terror de suas regras, desta vez o grupo lançou uma lei (fatwa) onde diz que bebês com síndrome de Down  ou deficiências e deformidades congênitas, devem ser mortos.

De acordo com o grupo ativista iraquiano Mosul Eye, mais de 38 crianças já foram mortas desde a criação da lei — a execução ocorre por meio de injeções letais ou sufocamento.

“Percebemos um aumento no índice de crianças com síndrome de Down e deficiência congênita mortas, então resolvemos entender o motivo. Foi aí que descobrimos a nova lei criada pelo EI”, afirmou um membro do Mosul Eye. “Não contentes com a morte de mulheres, homens e idosos, o EI agora mata crianças”, completou.

De acordo com o IG, essa lei é baseada em uma prática extermínio usada na Alemanha Nazista, e foi estabelecida juiz do EL  Abu Said Aliazrawi, com base na sharia, a lei islâmica.

Faca na Caveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *