Defensoria Pública, Conselho de Saúde e gestores discutem situação estrutural e abastecimento da Maternidade Santa Mônica e HGE

A Defensoria Pública do Estado recebeu, nesta terça-feira, 15, membros do Conselho Estadual de Saúde, Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e os gestores do Hospital Geral do Estado (HGE) e Maternidade Escola Santa Mônica para discutir a situação estrutural e de abastecimento das duas unidades de saúde.

O encontro de hoje, que foi conduzido pelo coordenador do Núcleo de Direitos Coletivos e Humanos da Defensoria Pública, Djalma Mascarenhas Alves Neto, na sede da instituição, situada na Avenida Fernandes Lima, é continuidade às discussões iniciadas na reunião ocorrida no último dia 26 de julho e que prosseguiu com o acompanhamento iniciado pelo órgão após o comprometimento estrutural das referidas unidades em razão das fortes chuvas que atingiram o estado, no último mês de maio.

Na oportunidade,  a direção da Santa Mônica informou que, atualmente, não sofre carências estruturais, mas o desabastecimento de insumos e medicamentos ainda é constante, especialmente antibióticos. Já o HGE informou que a reforma das enfermarias neonatais interditadas permanece e deve ser concluída em breve.

A Diretoria da Maternidade se comprometeu em encaminhar à Defensoria, no prazo de 24 horas, os relatórios apresentando o nível de abastecimento de medicamentos, insumos e informações sobre a manutenção dos equipamentos. Os representantes do HGE enviarão o planejamento constando a manutenção preventiva e calibração dos equipamentos em aberto.

Os hospitais se comprometeram, também, em encaminhar o quantitativo mensal e anual de medicamentos e insumos para o abastecimento das unidades em 15 dias.

O Núcleo de Direitos Coletivos tem acompanhado de perto a situação estrutural e de abastecimento das unidades de saúde do Estado e Município. No fim do mês passado, também realizou vistoria no HGE e Santa Mônica a fim de apurar o andamento das reformas realizadas após as chuvas e conversar com gestores.

Após o recebimento das informações solicitadas na reunião de hoje, o Núcleo avaliará os fatos e tomará as medidas administrativas e judiciais necessárias.

Ascom – 15/08/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *