Brasileiras ficam presas em restaurante após atentado

Luciana Martins, 37, sua irmã Daniela Martins Schulke, 39, e mãe Ceris Gonçalves de Oliveira, 70, haviam acabado de desembarcar em Barcelona quando resolveram almoçar no restaurante La Poma, em Las Ramblas. Momentos depois, uma van atropelou uma multidão, ato que se confirmou um atentado terrorista e já soma 13 mortos e 80 feridos.

“Minha irmã viu a van atropelando as pessoas”, relata Luciana por Whatsapp. Quando tudo aconteceu, quem estava na rua correu para dentro de estabelecimentos da região. O vidro do restaurante em que a família brasileira estava estilhaçou e elas se jogaram no chão. Alguns clientes foram pisoteados por quem invadia o local, informa o Terra.

A mãe e as irmãs ficaram 4h30 presas no restaurante, localizado ao lado do Luna de Estambul, bar invadido pelos suspeitos que foram capturados e presos horas depois. As brasileiras já foram liberadas, passam bem e tentarão deixar Barcelona o quanto antes. “Vamos tentar ir embora”, diz Luciana.

17/08/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *