Vice-campeã olímpica está em estado grave após esfaqueamento

Uma das maiores atleta de vôlei da história, a norte-americana Danielle Scott está internada em estado grave após ter sido vítima de um ataque realizado pelo marido de sua irmã, na noite do último domingo. Segundo a mídia norte-americana, a ex-central teria sido esfaqueada pelo cunhado, que assassinou a irmã da atleta, Stefanie Vallery, e feriu a filha do casal, que também se chama Danielle Scott.

O crime aconteceu na cidade de Baton Rouge, em Lousiana, nos Estados Unidos. O marido da irmã da ex-jogadora, Michael Vallery, é o acusado pelo ataque, e está desaparecido. Segundo a polícia o crime teria uma motivação passional, atesta o Terra.

Aos 46 anos, Danielle acumula uma série de feitos esportivos na carreira. Vice-campeã olímpica duas vezes, em 2008 e 2012, a jogadora é a atleta que mais representou a seleção norte-americana em Jogos Olímpicos, já que participou de 1996, 2000, 2004, 2008 e 2012.

Além disso, a atleta, que possui o seu nome no Hall da Fama do voleibol desde 2016, teve a honra de levar a bandeira norte-americana durante a abertura dos Jogos Pan-Americanos de 2007, realizados no Rio de Janeiro.

Scott possui uma forte ligação com o Brasil. Além de ter se casado com o também ex-jogador de vôlei Eduardo “Pezão”, a norte-americana atuou boa parte de sua carreira no vôlei brasileiro, defendendo equipes tradicionais como o Osasco, por duas vezes, o Praia Clube e o Macaé. Sua última equipe foi o Brasília em 2014.

21/11/2018

(Visited 3 times, 1 visits today)