Alagoas completa doze meses consecutivos de redução no número de homicídios

O mês de junho se encerrou com resultados extremamente significativos e positivos para Alagoas. Além de ser o mês com o menor registro de mortes, segundo avaliação estatística, o período também completa um ciclo de doze meses consecutivos da violência em Alagoas.

De acordo com o Núcleo de Estatísticas e Análise Criminal (Neac), da Secretaria de Estado da Segurança Pública de Alagoas (SSP), o estado apresenta uma curva decrescente no número de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI) desde o mês de julho de 2018. Isso quer dizer que desde este mês o número de mortes caiu.

O ano de 2017 registrou 111 mortes em julho, 161 em agosto, 154 no mês de setembro, 157 em outubro, 146 em novembro e 160 em dezembro. Já 2018, em julho foram contabilizados 103 homicídios, em agosto foram 124 crimes, em setembro 120, no mês de outubro 114, já em novembro foram 113 homicídios e dezembro encerrou com 118 registros de homicídios em Alagoas.

Já comparando os números de 2019, janeiro contabilizou 109 homicídios, o mês de fevereiro 106, já março encerrou com 102 registros, em abril o Neac contabilizou 106 crimes, em maio foram 104 e em junho 78.

Estatística apresentada durante coletiva de imprensa em 9 de julho de 2019 (Foto: Ascom SSP)

No ano de 2018, os mesmos meses registraram, respectivamente, 162, 116, 138, 149, 125 e 140 Crimes Violentos.

Semestre registra melhor número dos últimos dez anos

Durante coletiva de imprensa, realizada na última terça-feira (9), o governador Renan Filho e o secretário da Segurança Pública, Lima Júnior, apresentaram os indicadores criminais referentes ao primeiro semestre deste ano.

No comparativo de janeiro a junho, Alagoas teve 605 CVLI’s e também reduziu a quantidade de mortes em relação ao ano passado. Em 2018, o primeiro semestre registrou 830 crimes, comprovando que houve queda de 27,1% comparando os dois períodos.

O titular da pasta, Lima Júnior, destaca que os resultados referentes a redução do número de mortes violentas em Alagoas são a prova que as políticas públicas adotadas na Segurança Pública são eficientes e conseguiram reduzir de forma expressiva vários indicadores criminais.

“Hoje somos referência no país como um dos estados que mais reduz a violência. É prova que a integração policial, os investimentos e novos programas postos em execução conseguiram atingir objetivos. Chegar a números tão impactantes como estes só aumentam nossa responsabilidade para evitar retrocessos em Alagoas”, afirmou.

Ascom – 15/07/2019

(Visited 2 times, 1 visits today)